Meu Soundcloud

sábado, 25 de Janeiro de 2014

Cinco Regras de Outro para Djing Por Laiback Luke

Aqui estão as minhas diretrizes para o que eu acho que um bom DJ precisa focar-se a fim de realizar um set incrível.

 

# 5. Preste atenção à sua energia

Eu vejo as faixas como pacotes de energia. Música é emoção, e detém um certo tipo de energia. Se es capaz de reconhecer a energia, podes construí-la, ou  podes baixar o tom. Podes tornar o set mais emocional, podes torná-lo mais feliz, ou pode levá-lo para um lado mais pesado e profundo.

Quando eu estou fazendo um mix de rádio - ou qualquer mistura que não está especificamente orientada para a pista de dança - eu misturo conforme a chave da musica(acorde) Mas o meu foco principal é realmente combinar as faixas que são parecidas ou têm elementos semelhantes. Se fizeres isso, a energia do teu mix vai fluir melhor e fazer de uma forma mais envolvente . Misturar com o "mixed in key"
pode dar combinações que não fazem sentido.

# 4. Ouve muitas e muitas faixas, em uma base diária 

Os verdadeiros DJs costumavam ser os formadores de opinião. Em vez de apenas comprar as dez faixas que estão no top, eles passam horas em lojas de musica para descobrir mais sobre musica (...).  Isso é o que faz um DJ se destacar (...) Eu deliberadamente não tenho conhecimento de que os dez primeiros Beatport parecem ou fazem, porque eu quero descobrir faixas incríveis no meu próprio país. E, apesar de  ter um monte de faixas que as pessoas conhecem, eu ainda quero apresentar ao meu público algumas faixas incríveisdesconhecidas.

# 3. Conhecer o seu equipamento!

Eu ainda estou surpreso quando  me deparo com DJs profissionais na estrada que não conhecem as funções em um CDJ de dentro para fora. Se é o teu trabalho e estas sendo bem pago para isso, realmente deves saber como desligar o auto-cue em um CDJ. Esperarias que um comissário de bordo não saiba os prós e contras do interior de um avião, certo? Conhece o teu equipamento, mergulhar nele e tenta descobrir o para que cada função serve. Os decks são os teus instrumentos, quanto melhor os conheceres, melhor e mais confiante vais ser.

# 2. Aprende a ler uma multidão

Isso é essencial! Mantem  os olhos constantemente sobre o que está acontecendo no meio da pista. Vais ser ser capaz de te conectar com eles e vais ser capaz de ler a energia na pista. Se a energia fica "obsoleta", é hora para uma surpresa. Muda o gênero, ou toca  algo que tenhas a certeza que todos vão conhecer. Se estas a sair do caminho, toca mais pesado, ou o contrário. Normalmente depois de uma meia hora,vais saber que musica é que a pista quer que toques. É vital para aproveitares a energia da pista.

# 1. E minha regra de ouro ...

Toca 50% para a multidão e toca 50% do que queres ... mas toca apenas faixas que realmente gostas.Se é  a faixa mais popular de sempre e eu não gosto, eu não vou tocar. Com a regra dos 50%, eu  tenho  um bom meio-termo do que eu gosto, e assim tenho espaço suficiente para apresentar novas faixas também.

Créditos : http://www.inthemix.com.au


sábado, 22 de Setembro de 2012

Dicas de Produção 3ª - parte


Dicas para a Industria 




1. Colaborar
- Trabalhar com outros produtores tem muitas vantagens.
- Não há duas pessoas a trabalhar da mesma forma e uma ótima maneira de compartilhar como usas os teus equipamentos (plug ins, programas e técnicas).
- Produzir pode ser uma coisa solitária. E é ótimo ter pessoas à sua volta.

2. Desenvolver relações com uma label, identificar as labels que melhor representam o teu som.
- não enviar a faixa para todos as labels, isso pode desvalorizar o teu trabalho.
- Nesta era digital é preciso ter cuidado para que a tua música não seja divulgada através da
web antes que assines algo com alguma label.

3.  Envia a tua  música para as pessoas mais importantes que confias.
- Quando  começas a produzir  a maioria de teus amigos e família só se vai surpreender quando tiveres uma faixa pronta, procura aquelas pessoas que vão ser brutalmente honestas a dar-te uma crítica construtiva quando necessário. Elas podem ser duras, mas vão ajudar-te  a  desenvolver o teu trabalho.
Temos ainda  um círculo de pessoas que também ouvem as nossas faixas. Se eles te dão feedback positivo,são um impulso.

4. Testa a tua musica com alguns djs
- Se poderes enviar as tuas faixas a alguns djs que a toquem , então não olhes para trás . 
O melhor  teste para qualquer produção de dança é saber como funciona na pista de dança. Testa. Testa  e testa novamente. Também a maioria dos DJs têm labels e esta é uma melhor maneira de teres um release. 


O que achaste destas dicas?
Aplicas algumas?
Deixa a tua opinião


....em breve a continuação do post fica atento.



Este conteúdo foi traduzido e editado do curso
HOUSE MASTERS LOGIC PRODUCTION WORKSHOP, 
PRESENTED BY COPYRIGHT, DEFECTED IN THE HOUSE LIVE
ITUNES FESTIVAL, THE ROUNDHOUSE 23/07/2010 

segunda-feira, 28 de Novembro de 2011

Dicas de Produção 2ª - parte





  1. Tenta desenvolver o teu próprio som.
  2. Tenta ter uma visão clara e foca-te acerca da musica que queres fazer.
  3. Investir e reinvestir no teu estúdio.
  4. Ler as revistas comerciais ou olhar para fóruns on-line para aprender sobre novos e velhos equipamentos e desenvolvimentos em software.
  5. Não basta fazer as suas faixas com presets.,explorar bem o software e sintetizadores. 
  6.  Analisa as tuas faixas favoritas dos produtores que gostas mais. Olha para os elementos e arranjos que eles usam e depois tenta fazê-los melhor.
  7. Testa as tuas produções em sistemas de som diferente. Uma musica  bem misturada deve soar muito bem em qualquer sistema de som.
  8.  Investir em bons monitores e headphones.
  9. Construir uma biblioteca de sons extensiva.
  10. Tenta terminar projectos.

O que achaste destas dicas?
Deixa a tua opinião num comentário em baixo.


Este conteúdo foi traduzido apartir de:
HOUSE MASTERS LOGIC PRODUCTION WORKSHOP, 
PRESENTED BY COPYRIGHT, DEFECTED IN THE HOUSE LIVE
ITUNES FESTIVAL, THE ROUNDHOUSE 23/07/2010